quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Lei Maria da Penha.


Nas ultimas semanas venho acompanhando pela mídia diversas agressões contra as mulheres, esta semana em dois dias 3 tentativas de assassinatos cometidas por maridos que não estavam felizes com o fim do relacionamento, a ultima o cara invadiu o trabalho da ex-esposa e deu três tiros nela, ele, na tentativa de fuga foi baleado e morreu no dia seguinte, ela continua internada em estado grave. Duas semanas atrás o marido depois de 3 dias de casado atirou na mulher com um revolver, ele é policial do batalhão especial da policia civil, no dia seguinte ele se apresentou na delegacia com o advogado e não passou um dia preso, menos de 24 horas após e não foi lavrado o flagrante.
Meu questionamento maior é sobre a lei Maria da Penha, muitos casos destes de agressões contra as mulheres, são registrados nas delegacias antes, e a justiça só ouve ambas as partes e não faz nada, além disso. A Introdução da lei Maria da Penha, numero 11.340 diz:
“Cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher, nos termos do § 8o do art. 226 da Constituição Federal, da Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres e da Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher; dispõe sobre a criação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher; altera o Código de Processo Penal, o Código Penal e a Lei de Execução Penal; e dá outras providências.”

http://www.planalto.gov.br/CCIVIL/_Ato2004-2006/2006/Lei/L11340.html


Mulheres que poderia estar vivas se a justiça e esta lei fosse mais rigorosa, o caso da mulher morta no salão de beleza em Minas Gerais é a prova real de que do jeito que esta essa lei não resolve nada, a mulher já havia prestado oito queixas na delegacia contra o ex-marido e o Maximo que a lei fez foi determinar que ele se mantesse afastado da ex-esposa.

Não sou contra a lei, sou contra a justiça e seus jeitos de tentarem resolver as coisas, a lei é boa mais não funciona como deveria, e sobra para as mulheres, em sua maioria de baixa renda não tem como fugirem ficando a mercê dos maridos, ou não tem um advogado a sua disposição, como tinha a Luana Piovanni, quando Dado Dorabella, depois de espancá-la foi impedido de ficar a determinados metros de distancia dela e foi preso quando ele foi numa festa onde ela estava.
A Violência contra as mulheres vem aumentando a cada dia, é preciso dizer às mulheres que depois do primeiro tapa vai vim o segundo, o terceiro e tantos outro, e que se elas ficarem sempre caladas, querendo preservar o casamento, elas vão viver presas para a vida toda por um homem que não as ama. Ademais é preciso dizer aos homens que as mulheres não são suas propriedades, elas, assim como todos nós, somos pessoas livres para ir e vir, e que esta coisa de amor para a vida toda, e que você vai ser ‘somente minha e de mais ninguém’ não ta com nada, só esta gerando violência e destruindo com milhares de famílias.

8 comentários:

Camilla para os menos íntimos... disse...

eu fui vítima de violência e a Lei Maria da penha de nada me serviu!

pablo disse...

parabéns pelo blog,isso é a realidade
to seguindo (:
http://futebolshoow.blogspot.com/
segue o meu *-*

Henrique Alvez disse...

uma lei cheia de principios, deve ser mais que apoiada
mas infelizmente a justiça brasileira é totalmente falha u___u
o primeiro comentário evidencia isso...

http://baudopascacio.blogspot.com/

O Pinto Louco disse...

Parabéns por divulgar esse assunto..
mais em muitas vezes essa lei de nada adianta..
exemplo a pessoa que comento em primeiro, e aquela outra mulher que a pouco tempo seu ex matou ela.. ela ja tinha avisado sobre a policia que estava sendo ameçada mais de nada a lei adianto! fora que ela ja tinha apanhado do ex!

Camilla para os menos íntimos... disse...

mesmo fora da regra do jogo quis presenteá-las com o selo...

vc ganhou um selo... pode colocá-lo no seu blog.

as regras do jogo estão nessa postagem no meu blog, vale pela brincadeira e o selo é singelo, vamos não corte a brisa, vai ser legal.

http://camillapreta.blogspot.com/2010/02/selo.html

beijos no coração.

Webert Gomes disse...

Isso eh %%#%#%¨@#*¨&(¨!

Lembro-me da cabeleireira que foi morta no salão de beleza em que trabalhava. Que cena horrível! E jah havia feito 5 queixas aproximadamente à polícia. E o que o delegado interrogado respondeu? Que não se pode prender sem ato, sem flagra e a lei oferece abrigos e tals durante a investigação como meio de proteção. Isso porque nunca se sabe o que vai acontecer.

Isso me indigna. NUNCA SE SABE O QUE VAI ACONTECER? Puts, como ele pode alegar isso? O ex-marido diz que vai matá-la inúmeras vezes. Sob esse argumento, o que a polícia pode, então, esperar que aconteça?

Aff!

Sergio Forte disse...

É revoltante, mas isso um dia terá de mudar, com educação, para acabar com esta covardia, muito bom o texto, abraço!

http://encurto.blogspot.com/

Giovanni disse...

Tem que denunciar esses covardes, aprender que não deve bater em mulher